Feeds:
Posts
Comentários

Em geral os conselhos relacionados ao assunto raramente rendem o sucesso esperado. Mas não é o caso destas cinco técnicas infalíveis. Quer deixar sua parceira “louquinha” de prazer? Comece seguindo estes conselhos. (Atenção: Segredos revelados por uma mulher.)

Técnica nº1 : Mãos Molhadas

Sim, a técnica das mãos molhadas. Certamente a mais popular entre as mulheres. Tão simples. Tão excitante. Você vai deixá-la completamente sem fôlego:

Faça sua parceira sentar-se em uma cadeira confortável na cozinha. Certifique-se que ela consegue ver muito bem tudo que você faz.

Encha a pia da cozinha com água e adicione algumas gotas de detergente para louça com aroma. (Existem muitos aromas que podem ser utilizados -maçã, limão, lavanda – escolha o que quiser. Se estiver em dúvida, experimente o ‘neutro’).

Segurando uma esponja macia , submerja suas mãos na água e sinta sua pele ser envolvida pelo líquido até que a esponja esteja bem molhada..

Agora, movendo-se devagar e gentilmente, pegue um prato sujo do jantar, coloque-o dentro da pia e esfregue a esponja em toda a superfície do prato. Vá esfregando com movimentos circulares até que o prato esteja limpo.

Enxague o prato com água limpa e coloque-o para secar. Repita com toda a louça do jantar até que sua parceira esteja gemendo de prazer.

Técnica nº2: Vibrando pela Sala

Esta técnica utiliza o que para muitas mulheres é considerado um “brinquedinho”. É um pouco mais difícil do que a primeira, mas com algum treino você vai fazer com que sua parceira grite de prazer.

Cuidadosamente apanhe o aspirador de pó no lugar onde ele fica guardado. Seja gentil, demonstre a ela que você sabe o que está fazendo.

Ligue-o na tomada, aperte os botões certos na ordem correta.

Vagarosamente vá movendo-se para frente e para trás, para frente e para trás… por todo o carpete da sala. Você saberá quando deve passar para uma nova área.

Vá mudando gradativamente de lugar. Repita quantas vezes seja necessário até atingir os resultados.

Técnica n°3 : A Camiseta Molhada

Este joguinho é bem fácil, embora você precise de mente rápida e reflexos certeiros. Se você for capaz de administrar corretamente a agitação e a vibração do processo, sua parceira falará de sua perfomance a todas as amigas dela.

Você precisará de duas pilhas de roupas sujas. Uma com as roupas brancas, e outra com as coloridas.

Encha a máquina de lavar com água e vá derramando gentilmente o sabão em pó dentro dela (para deixar a mulher ofegante, use exatamente a quantidade recomendada pelo fabricante).

Agora, sensualmente coloque as roupas brancas na máquina… uma de cada vez…. devagar. Feche a tampa e ligue o ‘ciclo completo’.

Enquanto você vê sua companheira babar de desejo por você, essa é uma ótima oportunidade para pôr em prática a Técnica nº2.

Ao fim do ciclo, retire as roupas da máquina e estenda-as para secar. Repita a operação com as roupas coloridas..

Atenção: Se nesse ponto ela começar a gritar algo como: – “Sim! Sim! Ai! Isso! Ai mesmo! Oh meu Deus! Não pára! Não pára não!” Não pare. Continue até que ela esteja exausta de prazer.

Técnica nº4: O que sobe, desce

Esta é uma técnica muito rapidinha. Para aqueles momentos em que você quer surpreendê-la com um toque de satisfação e felicidade. Pode ter certeza, ela não vai resistir.

Ao ir ao banheiro, levante o assento do vaso. Ao terminar, abaixe novamente.

Faça isso todas as vezes.

Ela vai precisar de atendimento médico de tanto prazer.

Técnica nº5: Gratificação Total

Cuidado: colocar em prática esta técnica pode levar sua companheira a um tal estado de sublimação que será difícil depois acalmá-la, podendo causar riscos irreversíveis a saúde da mulher.

Esta técnica leva algum tempo para aperfeiçoar. Empenhe-se com afinco. Experimente sozinho algumas vezes durante a semana e tente surpreendê-la numa sexta-feira à noite. Funciona melhor se ela trabalha fora e chega cansada em casa.

Aprenda a fazer uma refeição completa. Seja bom nisso.

Quando ela chegar em casa, convença-a a tomar um banho relaxante (de preferência aromático em uma banheira de água morna que você já preparou).

Enquanto ela está lá, termine o jantar que você já adiantou antes dela chegar em casa.

Após ela estar relaxada pelo banho e saciada pelo jantar, proceda com a Técnica nº1.

Preste atenção nela pois o estado de satisfação será extremamente alto, podendo causar coma repentino.

Anúncios

Ae pessoal…
andei meio afastado por falta de tempo…rs
algumas coisas aqui… e outras alí… mas a vida está ajudando a ficar tudo maravilhosamente bem… e cada vez melhor…
hehehe

Nesse retorno, estou postando o texto que uma grande amiga me mandou…
vale a pena conferir..

Abraços a todos!!!

*****************************************************

“Durante o dia tú tens um limão na mão. Ou tú escolhe ficar chateado com ele, ou tú escolhes em fazer uma limonada.” (frase do Filme: O amor acontece)

A reflexão da semana é sobre a frase acima…

Muitas vezes deixamos as coisas ecoarem além do nosso próprio limite. Nada flui, nada anda para frente ou para trás, e uma voz grita fortemente que algo está errado. Mas não! Somos durões… quase uma rocha, conseguiremos dar a volta por cima! E no fim, o problema continua lá.
Será que é por quê, tú não esqueceste do que fazer com o seu limão? Ou por quê não enfrenta seus medos e deixa o limãozinho do lado e sai de fininho?
Se é assim que acontece, o perigo está a solta, e coitada da sua vida.
Não dá para viver bem sem ter que se olhar para dentro. Eu entendo. É mais fácil resolver os problemas dos outros, é mais fácil dar conselhos ao próximo, enfim, é tudo mais fácil quando se diz a parte alheia. Mas uma hora a bomba explodirá, e confesso, que não quero ver os destroços da sua vida.
Aí, de repente, me vem com a desculpa: ” eu não tenho tempo, trabalho, estudo… blá blá blá”. Se não tens tempo para si mesmo, não sabe a razão e o significado de um tempo.
O tempo está no pensamento. O tempo é uma criação, pura ilusão.
O pior de tudo isso é passar por cima do limão, é fazer de conta que ele não existe. Mas ele está ali, e com isso o seu tempo vai passando e vai passando, quando se dá conta, ele já apodreceu e continuou contigo. Só que nesse caminho, é bem possível que: quem te amava, não te ame mais, quem te admirava, não te admire mais, e por aí vai. Ou seja, se tivesses dado um jeito no seu limão no início, hoje, ainda sobrariam boas histórias para contar, mas é igual a uma cebola podre dentro de um saco com outras boas. As boas apodreceram também. E no caso do limão, ninguém quer ter um limão podre por perto. Portanto, nesse caso, as pessoas e as situações boas vão ficando mais distantes.
Urgentemente, olhe para dentro de si por 5 minutos.
Veja se há mágoas de alguém, ressentimentos. Se sim, se permita que esses sentimentos ruins vão embora e peça desculpas. Se não, reveja. Muitas vezes a mágoa, a raiva, não é dos outros, e sim de si mesmo, então, perdoe-se.
Refaça isso quantas vezes for preciso, não vá fazendo de conta que o limão não existe. Ele existe e depende de ti qual rumo tomar com ele. Especialistas dizem que um limão por dia expremido em um copo com água gelada até a metade, tomado em jejum ao se levantar, ajuda no emagrecimento, rs.
É como sempre digo: se não querermos aprender a sentirmos as coisas boas que a vida nos proporciona, de nada adianta viver. É preciso se libertar das correntes que o próprio ser humano coloca em si. É não ter medo de recomeçar, pois quando se inicia uma viagem a certeza é de que ela vai acabar para iniciar algo novo.
E então que rola na sua casa hoje: uma limonada, ou um chá de chateações?
Pense nisso!!!

Autor(a): Dayane Kátillen

Para ler de vez em quando e focar em alguns itens como o 4, 16, 20, 25, 31, 34, 41….

1. A vida não é justa, mas ainda é boa.
2. Quando estiver em dúvida, apenas dê o próximo pequeno passo.
3. A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém.
4. Seu trabalho não vai cuidar de você quando você adoecer. Seus amigos e seus pais vão. Mantenha contato.
5. Pague suas faturas de cartão de crédito todo mês.
6. Você não tem que vencer todo argumento. Concorde para discordar.
7. Chore com alguém. É mais curador do que chorar sozinho.
8. Está tudo bem em ficar bravo com Deus. Ele agüenta.
9. Poupe para a aposentadoria, começando com seu primeiro salário.
10. Quando se trata de chocolate, resistência é em vão.

11. Sele a paz com seu passado, para que ele não estrague seu presente.
12. Está tudo bem em seus filhos te verem chorar.
13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem idéia do que se trata a jornada deles.
14. Se um relacionamento tem que ser um segredo, você não deveria estar nele.
15 Tudo pode mudar num piscar de olhos; mas não se preocupe, Deus nunca pisca.
16. Respire bem fundo. Isso acalma a mente.
17. Se desfaça de tudo que não é útil, bonito e prazeroso.
18. O que não te mata, realmente te torna mais forte.
19. Nunca é tarde demais para se ter uma infância feliz. Mas a segunda só depende de você e mais ninguém.
20. Quando se trata de ir atrás do que você ama na vida, não aceite “não” como resposta.

21. Acenda velas, coloque os lençóis bonitos, use a lingerie elegante. Não guarde para uma ocasião especial. Hoje é especial.
22. Se prepare bastante; depois, se deixe levar pela maré…
23. Seja excêntrico agora, não espere ficar velho para usar roxo.
24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.
25. Ninguém é responsável pela sua felicidade, além de você.
26. Encare cada “chamado” desastre com essas palavras: Em cinco anos, vai importar?
27. Sempre escolha a vida.
28. Perdoe tudo de todos.
29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.
30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo.

31. Indepedentemente de a situação ser boa ou ruim, irá mudar.
32. Não se leve tão a sério. Ninguém mais leva…
33. Acredite em milagres.
34. Deus te ama por causa de quem Ele é, não pelo que vc fez ou deixou de fazer.
35. Não faça auditoria de sua vida. Apareça e faça o melhor dela agora.
36. Envelhecer é melhor do que morrer jovem.
37. Seus filhos só têm uma infância.
38. Tudo o que realmente importa, no final, é que você amou.
39. Vá para a rua todo dia. Milagres estão esperando em todos os lugares.

40. Se todos jogássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos os de todo mundo, pegaríamos os nossos de volta.
41. Inveja é perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.
42. O melhor está por vir.
43. Não importa como vc se sinta, levante, se vista e apareça.
44. Produza.
45. A vida não vem embrulhada em um laço, mas ainda é um presente ”

(Regina Brett – 90 anos)

Vamos ajudar o mundo hoje??? Que tal começar agora!!??
É grátis e você vai se sentir muito melhor!!!

entre em:
http://www.worldcommunitygrid.org/reg/viewRegister.do?teamID=V12XKC57WV1

Doe o tempo ocioso do seu desktop… a ciência lhe agradecerá e milhares de vidas serão salvas através desse pequenino porém enorme gesto…

Faça como eu… faça sua parte!!!

“Que homem é aquele que não faz de seu mundo um lugar melhor!!!?”

Voe Alto…

Voe Alto…

Observando o voo dos planadores, lembrei-me das águias de que trata o capítulo 40 do Livro de Isaías e de sua comparação àqueles que põem a sua confiança em Deus. Diz o seguinte o trecho a que me refiro, no versículo 31:
“Os que esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; caminharão e não se fatigarão”.

Primeiramente, a associação da águia aos que dão crédito à Palavra e acreditam nas suas promessas, comprova uma atitude de Deus para com os seus filhos: Deus os está querendo ensinar a voar. Depois, por causa das características do voo da águia, Deus os está querendo ensinar a voar mais alto e acima das situações que lhes possam parecer desfavoráveis.

A águia é uma ave peculiar. Em meio a uma tempestade, por exemplo, ao passo que as demais aves (e animais em geral) fogem e procuram abrigo, a águia vai de encontro às nuvens, utilizando a impetuosidade dos ventos para alçar um voo mais alto. A águia sobrevoa a tempestade e será o mesmo com os que “esperam” em Deus.

A proeza da águia é, de fato, bastante aplicável à nossa vida. É provável, por exemplo, que você mesmo, por vezes, encontre-se em situações de verdadeira tempestade, nas quais ao mesmo tempo em que um turbilhão de problemas o ameaçam, você geralmente se isola (para se proteger) e, limitado, não consegue enxergar uma saída. Então, é hora de Deus lhe ensinar a voar à maneira dele.

Isso não significa dizer que em todos os casos você terá situações melhores. O momento do voo alto da águia é aquele em que sentimos o cuidado de Deus e ouvimos a sua voz, falando brandamente no nosso coração, acalmando-nos e convidando-nos a subir até Ele, ter um momento de descanso, apenas pairando sobre as circunstâncias que nos afligem e enxergando as coisas de modo panorâmico e distanciado. O voo alto é, assim, a compreensão da sua própria condição, dos princípios espirituais que a regem e da força que tem a sua fé quando depositada em Jesus Cristo. É uma experiência nobre.

Esse tipo de vida certamente traz paz, mesmo no meio da tempestade. Você aprende a não perder a alegria e a motivação e, por mais intensos os ventos da adversidade, a utilizá-los como meio de subida a um nível mais alto em Deus. Então, não perca tempo. Confie na Palavra do Senhor, comece a enxergar as coisas pela ótica daquele que está acima de todas as coisas, enfrente as tribulações e aproveite-as para voar muito, muito mais alto.

Medo

Era tempo de guerra e de um rei que causava medo em todo o povoado.

Sempre que prendia os inimigos, ele não os matava. Primeiro, levava os prisioneiros a uma sala onde havia um grupo de arqueiros de um lado e uma imensa porta de ferro do outro, sobre a qual haviam figuras de caveiras cobertas por sangue. Nesta sala, o rei obrigava os prisioneiros a ficar em círculo e depois ordenava:

“Vocês podem escolher entre morrerem flechados por meus arqueiros ou passarem por aquela porta e por mim e lá ficarem trancados”.

Todos escolhiam serem mortos pelos arqueiros.

Ao terminar a guerra, um soldado que por muito tempo serviu ao rei, indagou:

“O que há por detrás daquela assustadora porta?”

E o rei respondeu:

“Vá e veja você mesmo”.

O soldado, então, abriu vagarosamente a porta e se surpreendeu com os raios de sol que iam entrando e clareando o ambiente.

Finalmente, o soldado, surpreso, descobriu que a porta se abria em direção a um caminho que conduzia à LIBERDADE!!!

Quantas portas deixamos de abrir pelo medo de arriscar? Quantas vezes perdemos a liberdade e morremos por dentro, apenas por sentirmos medo de abrir a porta de nossos sonhos?

Pense nisso e viva sem medo de abrir novas portas!

Autor(a): Desconhecido

Um professor de filosofia, especialista em “gestão do tempo”, quis surpreender seus alunos durante uma aula. Tirou sob sua mesa um recipiente grande de boca larga. Colocou-o sobre a mesa ao lado de uma pilha de pedras do tamanho de um punho e perguntou:
– Quantas pedras vocês acham que cabe neste recipiente?
Após algumas conjeturas dos presentes, o professor começou a colocar as pedras até encher o recipiente. Então perguntou:
– Está cheio?
Todos olharam para o recipiente e disseram que sim.
Em seguida, ele tirou um saco de pedrinhas bem pequenas de baixo da mesa. Colocou parte delas dentro do recipiente e agitou-o. As pedrinhas se infiltraram nos espaços entre as pedras grandes.
O professor novamente perguntou:
– Está cheio?
Alguns alunos retrucaram, mas todos concordaram que sim.
– Muito bem, exclamou o professor, pousando sobre a mesa um saco de areia, que começou a despejar dentro do recipiente. A areia infiltrava-se nos pequenos buracos deixados pelas pedras e pedrinhas. Está cheio? , perguntou de novo.
Dessa vez, alguns alunos duvidaram:
– Talvez não…
Pegou, então, um jarro e começou a derramar água dentro do recipiente, que a absorvia sem transbordar. Então ele deu por encerrada a experiência e retrucou:
– Agora sim, está cheio. Bem, o que podemos aprender com esta demonstração?
Um aluno levantou e disse:
– Professor, talvez o senhor queira dizer que não importa o quão cheia esteja a nossa agenda, se quisermos, sempre conseguiremos fazer com que caibam outros compromissos e diversões.
– Na verdade, não é bem isso. O que esta lição nos ensina é que: se não colocarmos as pedras grandes primeiro nunca seremos capazes de colocá-las depois. Pensem bem…
O professor, então, pegou outro recipiente, outras pedras grandes, outras pedrinhas, outro saco de areia e outro jarro da água. E começou colocando a água, depois a areia, após as pedrinhas pequenas, mas quando foi colocar as pedras grandes, estas já não cabiam no recipiente.
E quais são as pedras grandes em nossa vida? São Deus, os nossos filhos, a pessoa amada, os amigos, os nossos sonhos, a nossa saúde. O resto é resto, e encontrará o seu lugar.
(Autor: Desconhecido)